1001 coisas logo 400x80
Conheça agora toda linha de celulares Redmi Note (ativos)

Conheça agora toda linha de celulares Redmi Note (ativos)

A Redmi Note é a linha de celulares mais amada dos brasileiros. Em um levantamento da StatCounter, uma empresa de análise de tendências e tráfego na internet, a Xiaomi ganhou destaque no Brasil com 4 aparelhos no ranking dos 10 mais vendidos de 2021. E adivinha? Todos eram desta mesma linha: os modelos 8, 9S, 9 e 7.

Ao todo, a marca já registra mais de 150 produtos exclusivos desde a sua fundação, em 2010. O primeiro Redmi Note veio ao mundo em 2014 e a gigante oriental só chegou ao Brasil em 2015.

Enumerar todos os modelos da linha seria uma aula de história e para que sua leitura seja produtiva, vamos te mostrar quais são fabricados hoje (no período desta redação).

Assim sendo, vamos te mostrar cada um desses artefatos de desejo produzidos pela Xiaomi e apontar cada uma de suas características para que você saia desta publicação entendendo o porquê a instituição já abocanhou mais de 11% da fatia do mercado brasileiro, ocupando a 4ª posição e quase toma o 3º lugar – da Apple (13%).

O que é um celular Redmi Note?

É importante traçar um parâmetro entre o que é um celular Redmi Note e o que é um Smartphone comum, por assim dizer. Quando você observa o Xiaomi Note 8, gostaria de saber o porquê é tão especial, não é verdade? Apesar do celular praticamente falar por si só, vamos te apresentar algumas informações detalhadas da linha.

Em 2013, a fabricante chinesa de tecnologia anunciou ao público o aparelho como um modelo novo, e ele fez tanto sucesso, que em 2019 sofreu um processo de transformação e foi relançado. Dessa vez, como uma submarca da Xiaomi. O básico sobre esse grupo de telefones móveis é que ele abrange os celulares de entrada até os intermediários premium.

Como todos os aparelhos da empresa, ele é baseado no sistema Android e utiliza a interface MIUI. Isso significa que, na prática, essa categoria é voltada para quem quer ter o gostinho de ter um Redmi, mas com um dispositivo com mais câmeras. Ou seja, direto no coração do brasileiro, já que uma de nossas paixões é fotografar.

Redmi Note, Mi Phone e Pocophone, qual a diferença entre eles?

Entre tantos títulos que podemos atribuir à Xiaomi, um deles, sem sombra de dúvidas, é em ser uma excelente estrategista. Ao perceber precisar lidar com os seus concorrentes de maneiras distintas, criou as linhas Redmi Note, Mi e Poco e a diferença principal entre está no perfil de quem compra. Vamos desatar esse nó para você.

MiPhone

Muitos acreditam que esse seja o carro chefe da companhia chinesa, pois a maior parte dos lançamentos estilo “topo de linha” são aglomerados nesses modelos. E eles estão corretos.

Aqui estão os modelos mais avançados e de valores mais altos. Os MiPhones são direcionados para pessoas que amam estilo e sofisticação.

Pocophone

Ter um Pocophone (ou Poco, para os entusiastas mais íntimos) é investir em tecnologia. Foi para atender a esse público sedento pelas melhores especificações que a Xiaomi levou para o campo de batalha essa categoria.

Esses celulares terão telas enormes, câmera frontal superior a 15 Megapixels (MP) e memória RAM chegando facilmente a 6 Gigabytes (GB).

Redmi Note

E finalmente chegamos aqui, ao nosso exemplar a ser verificado. Ao olhar para as outras definições, talvez você se pegue perguntando: “então é a força mais modesta da empresa?”. Para que você não seja levado a se enganar, nós te contamos que a submarca é a que mais cresce em todo o planeta, especialmente no Brasil.

Como mencionado antes, os celulares Redmi Note têm como concorrentes diretos aqui no nosso país a Samsung e a Motorola, que ocupam a primeira e segunda posição do mercado.

E por ser tão versátil, ter ótimo desempenho, câmeras de ponta e custo-benefício “quase que perfeito”, já faz um concorrente indireto, como a Apple, ficar de orelha em pé.

Esses são os celulares Redmi Note (ativos)

Já era de se esperar de um nome tão grande quanto a Xiaomi, que oferecer suporte de longo prazo seja uma das suas características principais, quando se trata de cuidar da interface. Todavia, houve uma atualização recente e nem todos os aparelhos Redmi Note estão inclusos nessa lista.

Então, vamos direto ao assunto e trazer para vocês quais serão os Smartphones dessa categoria que continuarão a receber atualizações beta para o sistema operacional da MIUI. 

De acordo com informações cedidas pelo especialista em tecnologia Abhishek Yadav, apenas os aparelhos a seguir permanecem “ativos”:

  • Redmi K30 e K40 series,
  • Redmi Note 11, 10 & 9 series,
  • Redmi 10, 9 e 10X series.

Essas versões receberão a MIUI 13, a atualização mais estável da interface. O que significa que as mais antigas não mais terão suporte do software a partir de 2022. Isso significa que os celulares das linhas anteriores ficaram desabilitados ou inoperantes? 

De jeito nenhum! Todos os aparelhos vão receber correções de segurança sempre que a Xiaomi decidir ser preciso. Não haver desenvolvimento de firmware é uma ótima oportunidade para quem gostaria de ter o seu primeiro Redmi Note.

Nesse caso, o melhor modelo para de entrada será o 8 e vamos te explicar o porquê.

Quanto está o Xiaomi Redmi Note 8?

Com as novas atualizações, talvez haja a insegurança em relação à compra de um celular da linha Redmi Note, contudo, para ter um modelo de entrada, visando uma possível troca para um superior dentro de no máximo 2 anos, apostar nos aparelhos da série 8 é uma ótima pedida nesse momento.

A marca mantém a máxima de tentar diminuir os custos para o consumidor final visualizando o barateamento da tecnologia com o passar dos anos. Deduzir investimentos para criação de novas atualizações de software integrado com os aparelhos é a possibilidade para que os valores da linha diminuam mais.

Hoje, os celulares Redmi Note 8 custam em média R$ 1.400,00 e são considerados os queridinhos dos brasileiros. Eles têm um lindo design, com a traseira de vidro, 4 câmeras traseiras alinhadas, podendo fazer imagens incríveis de 48 MP. A frontal não deixa barato e capta todos os detalhes de uma selfie com seus 13 MP de capacidade.

Sua tela é de 6.4 polegadas com uma resolução Full HD Plus que permite captar todos os movimentos de filmes e jogos. Por falar nisso, o processador Snapdragon 665 Qualcomm SDM665 garante um dos melhores desempenhos durante a sua gameplay de jogos considerados de alto desempenho.

A bateria de 4000 amperes que essa linha comporta aguenta qualquer tranco. Você pode ficar até dois dias sem precisar recarregar o seu Smartphone. Se fizer uso contínuo, como assistindo ou jogando, por exemplo, a autonomia pode ser de mais de 24 horas.

Se tem algo que precisa de uma atenção especial, com certeza são os hertz (Hz) desse aparelho.

Quantos Hz tem o Redmi Note 8?

Se há uma tendência para celulares top de linha que os intermediários da Redmi Note 8 adaptaram muito bem, ela foi a atualização de um display IPS LCD com 120 Hz.

Isso quer dizer que a capacidade gráfica que o aparelho comporta é muito mais rápida que os naturais 60 Hz, e isso é fenomenal.

Na prática, isso significa que o Smartphone vai garantir muita qualidade de imagem e quadros por segundo muito acima do normal; os jogos, filmes e efeitos visuais ficam muito mais nítidos e fluidos.

Esse diferencial é algo que vai fazer qualquer usuário do modelo amá-lo mais ainda.

E se você tem a possibilidade de começar 2022 com um investimento maior e ter a garantia de continuar recebendo a atualização do MIUI por mais 3 anos, o Xiaomi Redmi Note 10s é a pedida perfeita (e tem a mesma capacidade em hertz).

Diante das revelações dessa análise, se conclui, sem dúvidas, que temos uma nova possibilidade para 2022.

A Xiaomi decidiu “aposentar” alguns de seus modelos para focar em estender a garantia de tecnologia para os novos MIUI, o que pode abrir mais ainda o espaço para novos usuários de entrada diretamente para o modelo Redmi Note 8.

Como te mostramos, o aparelho é um grande competidor e mesmo tendo sido criado para concorrer com algumas linhas de entrada, não deixa a desejar perto dos mais novos iPhones da Apple no quesito desempenho, durabilidade e potência. 

Para frisar, há a tendência do custo-benefício ser maior conforme os clientes da gigante chinesa migrem para dispositivos mais recentes, possibilitando uma redução ainda maior no preço final. Com certeza, uma opção muito interessante.

Desejamos que você acerte nas suas próximas escolhas do seu companheiro de bolso. Boa sorte.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp